Teste de Gravidez | Exame Beta hCG - Como Funciona o bhCG - Tabela hCG

Gonadotrofina coriônica humana (hCG) é um hormônio de glicoproteína produzido na gravidez que é feito pelo embrião logo após a concepção e mais tarde pelo sinciciotrofoblasto (parte da placenta).

Seu papel é o de impedir a desintegração do corpo lúteo do ovário e progesterona, assim, manter essa produção é crítico para a gravidez em seres humanos.

O beta hCG pode ter funções adicionais, por exemplo, acredita-se que o hCG afeta a tolerância imunológica da gravidez. Testes de gravidez, em geral, são baseados na detecção e medição dos níveis de beta hCG.

Curiosidade: o hCG também é produzido por alguns tipos de tumores, sendo o hCG um importante marcador tumoral, porém não se sabe se esta produção é um fator que contribui ou um efeito da tumorigênese.


Função do hCG

A gonadotrofina coriônica humana interage com os receptores LHCG e promove a manutenção do corpo lúteo durante o início da gravidez, fazendo-o secretar o hormônio progesterona. A progesterona enriquece o útero com um espesso revestimento dos vasos sanguíneos e capilares para que ele possa sustentar o crescimento fetal.

Devido a sua alta carga negativa, o beta hCG pode afastar células imunizarias da mãe, protegendo o feto durante o primeiro trimestre.

Também tem sido hipotetizado que o hCG pode ser um vínculo placentário para o desenvolvimento local da imunotolerância materna. Por exemplo, células endometriais, tratadas com hCG induzem um aumento da apoptose de células T (dissolução das células-T). Também tem sido sugerido que os níveis do hCG estão ligados à severidade do enjôo matinal apresentado pelas mulheres grávidas.

Por causa de sua semelhança com o LH, o hCG também pode ser usado clinicamente para induzir a ovulação nos ovários, bem como produção de testosterona nos testículos. Como a mais abundante fonte biológica são as mulheres grávidas, algumas organizações chegam a coletar urina de mulheres grávidas para extrair hCG para uso no tratamento de fertilidade.

A gonadotrofina coriônica humana também desempenha um papel na diferenciação celular / proliferação e pode ativar a apoptose.


Testes hCG

Níveis de hCG podem ser medidos no sangue ou na urina. Mais comumente, isto é feito com a finalidade de obter um teste de gravidez, destinado a indicar a presença ou ausência de um embrião implantado.

A maioria dos testes de gravidez emprega um anticorpo monoclonal, que é específico para a subunidade do β-hCG (bHCG). Este procedimento é empregado para garantir que os testes não resultem em falsos positivos confundindo o hCG com FSH ou LH. (Os dois últimos são sempre presente em diferentes níveis no corpo, enquanto que a presença de hCG quase sempre indica a gravidez.).

* O teste hCG de urina pode ser um ensaio imunoenzimático cromatográficos ou qualquer outro formato de testes, caseiros, consultório médico ou de base laboratorial. No início de gravidez, resultados mais precisos podem ser obtidos usando a primeira urina da manhã quando os níveis de hCG são mais elevados. Quando a urina é diluída (densidade específica inferior a 1.015), a concentração de hCG pode não ser representativa da sua concentração no sangue e, o teste pode ser um falso negativo.

* O exame beta hCG de sangue é feito utilizando 2.4 ml de sangue venoso, é tipicamente uma quimio ou Imunoensaio Fluorimétrico que podem detectar níveis bHCG tão baixos quanto 5 mIU / ml e permite a quantificação da concentração de bHCG. A capacidade de quantificar o nível bHCG é útil no acompanhamento das células germinativas trofoblástica e tumores, cuidados comuns após um aborto, e no diagnóstico e acompanhamento dos cuidados pós-tratamento de gravidez ectópica. A visível falta de um feto em uma ultra-sonografia vaginal após terem alcançado níveis bHCG de 1500 UI / ml é um forte indicativo de gravidez ectópica.

Testes usando os níveis de hCG são também um elemento do triplo teste, um teste de rastreio para certas anomalias cromossômicas fetais / defeitos congênitos.


bHCG - Quando fazer

Quando fazer o exame bHCG é uma das perguntas mais comuns quando não se sabe se está grávida ou não. Vale lembrar que na gravidez inicial, a concentração de bHCG no plasma materno duplica a cada 3 dias.

Sendo assim, o exame bHCG de sangue apresenta resultados positivos de 8 a 10 dias após fecundação, pois o ovócito ao ser implantado no útero, imediatamente inicia a produção do hormônio gonadotrofina (bHCG). Para o exame de urina o ideal é fazer 15 dias depois, pois é necessária grande quantidade do hormônio para a identificação positiva e evitar um falso negativo.
bHCG Quantitativo x bHCG Qualitativo

Muitas mulheres têm essa dúvida, qual a diferença entre bhcg quantitativo vs bhcg qualitativo? Bom, a única diferença entre os dois é que o bhcg quantitativo fornece o resultado em valores, isto é, 100, 5000, 15497 mUI/mL etc. Já o bhcg qualitativo fornece o resultado em positivo ou negativo. Simples assim.


Tabela hCG

A tabela hCG mostra a evolução do hCG no sangue a partir do momento que ocorre a implantação. Tenha em mente que cada laboratório pode ter seus próprios valores de referência e você sempre deve consultar a tabela do laboratório. A tabela abaixo é a mais comumente achada.

Gonadotrofina coriônica - Beta HCG
Semanas Valores (mUI/mL)
1 semana
5 a 50 mUI/mL
1 a 2 semanas
50 a 100
2 a 3 semanas
100 a 5000
3 a 4 semanas
500 a 10.000
4 a 5 semanas
1000 a 50.000
5 a 6 semanas
10.000 a 100.000
6 a 8 semanas
15.000 a 200.000
2 a 3 meses
10.000 a 100.000

 

Análise do Resultado
Resultado (mUI/mL)
Situação
Até 49 (mUI/ ml)
Negativo
10 a 100 (mUI/ ml)
Indeterminado
Acima de 100 (mUI/ ml)
Positivo
Mulheres após a menopausa
menos de 9.5

 

Será to grávida? Posso tá grávida? Minha namorada tá grávida? Essas e outras perguntas comuns e como muitos usuários parecem estar com dúvida sobre como usar as tabelas corretamente, então criei alguns exemplos de casos que deverão ajudar.

Exemplos de uso das tabelas acima:

1) Fernanda fez o exame bHCG de sangue 5 dias após ter relações com o parceiro. Quando buscou o exame o resultado foi 78,2 mUI/ ml. Fernanda está em dúvida se está grávida ou não.

Explicação: O que acontece neste exemplo é que Fernanda não esperou os 8 a 10 dias recomendados para realizar o exame de sangue hCG. O resultado obtido é muito baixo para determinar se ela está grávida e também é muito alto para dizer que é negativo. Resultado? Não tem como saber ainda. Fernanda terá que ficar mais alguns dias apreensiva e realizar um novo exame.

2) Daniela fez o exame bHCG de sangue 13 dias após ter relações com o parceiro. Quando buscou o exame o resultado foi 958,4 mUI/ ml. Daniela está em dúvida se está grávida ou não.

Explicação: Sim, Daniela está grávida de 2 a 3 semanas. Como saber? Bom, o valor obtido por Daniela foi de 958,4 mUI/ ml e os valores de referência mostram que entre 100 e 5000 a gravidez é de 2 a 3 semanas. Sendo assim Daniela está mesmo grávida!

3) Mariana fez o exame bHCG de sangue 2 semanas e meia após ter relação com o parceiro. Quando buscou o exame o resultado foi de 16.545,62 mUI/ ml. Mariana está em dúvida se grávida ou não?

Explicação: Com certeza! Mariana está grávida e muito provavelmente já está sentindo alguns dos efeitos da gravidez.

4) Diana fez o exame bHCG de sangue 2 semanas e meia após ter relação com o parceiro. Quando buscou o exame o resultado foi de 15 mUI/ ml. Diana está em dúvida se grávida ou não?

Explicação: Não, Diana não está grávida. Os valores beta HCG são muito baixos para apresentar gravidez.

Creio que o artigo mais os exemplos sejam suficientes para responder todas dúvidas sobre o exame beta hcg.

Mais Sobre Gravidez

Gravidez

Problemas na Gravidez

Fases da Gravidez - Mês a Mês

Fases da Gravidez - Trimestres